Quinta, 15 Novembro 2018

Direção da Vida

Direção da Vida


 
Com muito gosto foi conduzida a palestra sobre a direção da vida.
 
Quem  manda  na minha  vida  sou  eu!  Quem  nunca  disse  essa  frase?
Você já se perguntou, porque fez isso ou aquilo? Ou em algum momento fez algo e se arrependeu depois?
 
“Geralmente, em todas as mentes se nota a presença de pensamentos vagabundos; e os chamo assim porque não fazem nada a não ser vagar de uma mente a outra. São pensamentos dos quais não se conhece a origem, mas cuja presença se nota facilmente, porque em seu percurso pelas mentes não fazem mais do que perturbá-las, agitando-as e enchendo-as de falsos temores.”
 
Se mandássemos mesmo em nossa vida não deveríamos fazer nada que depois causasse arrependimento. Ferimos às vezes as pessoas que mais amamos, contrariamos nossas próprias determinações e quebramos promessas que fizemos a nós mesmos. Quem está no comando nestes momentos?
 
 
“Mas a mente de quem cultiva a Logosofia deve acostumar-se a saber pensar e a dirigir seus próprios pensamentos, para que nenhum deles possa convertê-lo em mais uma marionete, dos tantos que esses pensamentos agitam e anulam.”
 
“Para resistir aos momentos de desgosto, de pesar, de aflição, de violência e de mal-estar, é necessário acostumar a fazer todas as coisas, até as menores, com verdadeiro gosto e jamais com desagrado.”
(Raumsol - Criador da Logosofia)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Fundação Escola de Logosofia / Escola Nova Ciência - Método Logosófico (do Berçário ao Fundamental)

Rua Luis Góis, 390, Saúde, São Paulo-SP, fone: (11) 5581 9907  contato@logosofia.net.br