Terça, 16 Outubro 2018

A força que tem o exemplo

A força que tem o exemplo

Não sei porque ainda se repete aquela velha frase, dita quase sempre em situações constrangedoras: “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”. Dois pesquisadores americanos, Mehrabian e Ferris, comprovaram com base em pesquisas de extensão mundial, que as palavras influenciam em apenas 7% na comunicação, o tom de voz em 38% e a expressão corporal em 55%, resultando portanto, que é muito mais importante aquilo que se faz que o quê se fala, por mais expressão que se coloque no tom da voz.

Quando minha filha era pequena, algumas vezes tirava tudo de dentro das gavetas e espalhava pelo chão. Apesar de falarmos várias vezes para ela arrumar, às vezes até com bastante firmeza, ela não obedecia. Um dia, me ajoelhei ao lado dela, comecei a guardar as roupas na gaveta e a desafiei: Você consegue? Vendo que ela se animava, propus: Vamos ver quem guarda mais rápido? Ela, imediatamente, começou a guardar as roupas como se estivesse numa brincadeira. Fui ajudando e, vendo que ela havia engrenado, deixei-a continuar, acompanhando-a com minha observação.

O exemplo ensina mais do que as palavras, nos mostra RAUMSOL, criador da Logosofia, em seu livro Curso de Iniciação Logosófica, pág. 80:
“Todo ensinamento moral não avalizado pelo exemplo de quem o dita, atua em sentido contrário na alma de quem o recebe.”

Assim, se um pai quiser estimular o filho a ler, deve ser um leitor; se quiser que o filho estude muito, deve ser um estudioso; para que o filho tenha uma vida saudável, deve ser o primeiro a cuidar da saúde; se quiser ensinar ao filho a ser colaborador, deve esforçar-se colaborar nas atividades domésticas e assim por diante.

A atitude, o comportamento, o exemplo dos pais ensinam mais aos filhos que as palavras, que as broncas, que os chamados de atenção. As palavras podem e devem ser utilizadas, oportunamente, como complemento da correção, da orientação ou daquilo que ser quer ensinar, mas nunca reduzidas ao “faça o que eu digo, não faça o que faço”, pois, além de ilógica, essa afirmação carece de todo respaldo moral.

Venha conhecer mais sobre Logosofia, ciência do conhecimento de si mesmo. Rua Luís Góis, 390 - Santa Cruz, todas as quartas às 20h e sábados às 19h. Tel. 5581-9907 - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - www.logosofia.net.br.

Artigo publicado pelo Jornal do Cambuci & Aclimação em 04.03.2016

Fundação Escola de Logosofia / Escola Nova Ciência - Método Logosófico (do Berçário ao Fundamental)

Rua Luis Góis, 390, Saúde, São Paulo-SP, fone: (11) 5581 9907  contato@logosofia.net.br