Quinta, 22 Fevereiro 2018

Economia em tempos de crise

Economia em tempos de crise

Em época de crise econômica é comum ouvirmos reclamações, lamentações e até xingamentos contra a crise, o governo, o país, o comércio, o aumento dos preços etc. Sem entrar na análise econômica, pois não é esse nosso objetivo, apresentamos alguns resultados positivos alcançados nesse campo tão conturbado da vida, que é o econômico, com a aplicação da Logosofia, uma ciência criada por Carlos Bernardo González Pecotche, conhecido como RAUMSOL.

O autor da Logosofia nos ensina em um de seus livros intitulado Curso de Iniciação Logosófica, na pág. 93:
"Quando o homem se organiza de outro modo, de fato se produz uma contenção nos gastos supérfluos. A poupança é, pois, automática. E esse não se constitui no único resultado no aspecto da economia individual; a ampliação gradual do campo das atividades permite, sem muito esforço, aumentar o rendimento em tudo quanto se faz."

Do exposto podemos nos perguntar: como posso me organizar de outro modo? Como conter gastos supérfluos? Como aumentar o rendimento daquilo que eu faço? A resposta pode parecer simples, mas a realidade que descrevemos no início nos mostra a dificuldade que é controlar-se quando tudo parece convidar-nos a gastar aquilo que não temos.

Para organizar-se de outro modo é necessário conhecer a realidade dos pensamentos que povoam nossa vida mental para classificá-los e selecioná-los, buscando sempre a companhia dos melhores. Os pensamentos, como nos ensina o autor da Logosofia, são os agentes causais, ou seja, são eles que nos movem a agir por impulso e a gastar mais do que devíamos. Quem estuda Logosofia aprende a conhecer os pensamentos e, partindo desse conhecimento, começa a ter controle da própria vida.

Artigo publicado pelo Jornal do Cambuci & Aclimação em 29.01.2016

Fundação Escola de Logosofia / Escola Nova Ciência - Método Logosófico (do Berçário ao Fundamental)

Rua Luis Góis, 390, Saúde, São Paulo-SP, fone: (11) 5581 9907  contato@logosofia.net.br