Logosofia, Ciência e Método –  Características fundamentais do conhecimento logosófico

“Em geral, o ser humano ignora que, além da instrução que recebe – compreendendo até a mais esmerada educação e a ilustração que é possível obter na Universidade em matéria de especialização técnica e científica – existem uma cultura e uma ciência cujos conhecimentos, não sendo semelhantes aos que se ministram nos centros oficiais de estudo, têm de ser adquiridos fora deles, pelo esforço pessoal e a dedicação intimamente estimulados e postos a serviço de um ideal cuja concepção escapa às considerações e juízos correntes.

Para empreender tarefa de tão vastos alcances não se deve ignorar tudo quanto concerne à própria constituição psicológico-mental e, além disso, cumpre conhecer o mistério dos pensamentos: mistério que o deixará de ser tão logo a inteligência atue sobre eles, os domine e os faça servir aos propósitos de uma completa superação, isto é, tão logo o ser esteja capacitado para proceder a um reajuste consciente e efetivo de sua vida.

Não será possível ao homem, por mais empenho e boa vontade que empregue nisso, criar dentro de si uma nova individualidade, com características superiores às que possui, se não adquirir e utilizar para esse fim conhecimentos como os que a Logosofia oferece, que constituem toda uma especialidade.”

C. B. González Pecotche (Raumsol)